Queres aprender uma língua nova?

sábado, 2 de agosto de 2014


Depois de aprender Inglês e Francês na escola (e fora dela) e já dominar mais que o básico em cada uma, há uns anos aventurei-me no castelhano e conclui o nível básico. Não fui mais longe por dois motivos principais: falta de tempo para ir às aulas e desinteresse na língua. Não sei se é pela proximidade do castelhano ao português, mas sempre achei que conseguia ser auto-didacta no que toca a esta língua e o meu dinheiro seria muito mais bem gasto noutra língua, mais complicada: russo, japonês, coreano, mandarim ou árabe. Depois ainda tive (e tenho) o meu irmão a ensinar-me o básico de Alemão, uma vez que ele já domina o nível Intermédio e teve aulas.

Este ano, dado que já conclui o Mestrado e estou, pelo menos nos próximos dois anos, livre de responsabilidades académicas (depois venha daí o Doutoramento), estou a pensar seriamente voltar às línguas.

Right!
Afinal, é um interesse que sempre tive e mantenho, mas desta vez quero aprender uma língua menos comum e estou mesmo muito inclinada para uma destas duas: Japonês ou Coreano. Algum de vocês fala, arranha ou sabe alguma coisa de alguma destas línguas? Os meus conhecimentos resumem-se a algum vocabulário disperso e orgulho-me de saber distinguir japonês do coreano e do mandarim. Se é motivo para me orgulhar talvez não, mas fico contente comigo por conseguir fazê-lo.

Acho que vou aproveitar esta onda de entusiasmo e vontade de aprender e inscrever-me num curso de Verão ou algo mais em japonês ou coreano (ainda tenho de escolher, mas está difícil). Da pouca oferta que vi em Lisboa, as melhores opções parecem-me os cursos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (vejam os links em baixo):


Para além destas duas línguas, a FCSH (ou mais concretamente o Instituto de Línguas - ILNOVA) oferece um vasto leque de opções, a saber: AlemãoÁrabeBúlgaroCatalãoDinamarquêsEspanholFinlandêsFrancêsGrego Moderno; HebraicoHindiHúngaroInglês; IndonésioItaliano; Língua PersaMandarimNeerlandês; NorueguêsPolacoRomenoRussoSérvioSuecoTétumTurco.

Os preços variam consoante a língua pretendida e o nível de dificuldade. Os horários parecem-me ajustados às necessidades e disponibilidade da maioria das pessoas, sendo que é quase sempre em regime pós-laboral.

A maior ou menor facilidade para os lusófonos aprenderem outra língua não difere muito daquela dos falantes de inglês, por isso deixo-vos este quadro que indica quais as línguas mais fáceis e as mais difíceis de aprender.




Como seria de prever, o japonês e coreano são duas línguas das mais difíceis de aprender e demoram cerca de dois anos a serem dominadas, mas não é isso que me vai demover de aprender!

Vou avançar com isto! E vocês? Estudam alguma destas línguas? Onde? É difícil? Sugestões? Contem-me tuuuuuuuuuudoooooooooooo!!!

Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs