Ontem vi o The Wolf of Wall Street

domingo, 12 de janeiro de 2014



Ontem fui com o homem ao cinema ver o "The Wolf of Wall Street" do Martin Scorsese e com o Leonardo DiCaprio no papel principal.

Se tivesse de resumir o filme em três palavras eram: dinheiro, sexo e drogas. O filme dura 3 horas, o que para mim é exagerado, mas o denominador comum nessas três horas é o bacanal de sexo, drogas e corrupção que se passa durante o filme, mas sempre com traços humorísticos e, às vezes, até ridiculos que nunca pensei ver num filme do Scorsese, muito menos com o Leonardo DiCaprio como actor principal.



Mas falando do enredo do filme, em termos simples, trata-se da reprodução adaptada da história de vida de Jordan Belford, um corrector de Wall Street que se tornou bilionário à custa de golpes na bolsa e corrupções. 

Curiosamente, o filme transmite uma onda energizante que quase dá a ideia que vale a pena ser corrupto para se poder viver aquela vida de deboche e riqueza extrema que o Jordan Belford viveu. Obviamente, no fim do filme percebemos que as coisas não são bem assim.


De qualquer forma, e para não me alongar muito até porque não sou crítica de cinema (nota-se), só tenho a dizer que gostei do filme, ri-me bastante, vi o rabo do Leo e gostei do que vi, mas também fiquei um bocado chocada em algumas partes (mais ao inicio porque depois da primeira meia hora de filme já ganhamos resistência à nudez extrema e às poses sexuais e passa-se bem).



Não é um filme brilhante, mas gostei e acho que vale a pena ir ver ao cinema, mais não seja pelo papel do Leonardo DiCaprio que não deixa ninguém indiferente. Ah, e moral da história? Não se pode confiar em ninguém...nunca!


Deixo-vos o trailer do filme e se quiserem ver uma excelente review do filme, vejam a do NYT aqui.



PS: A mãe (aka mulher do Ted) do HIMYM entra neste filme como mulher do Leo, mas duvido que incluam essa parte na série.

Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs