Da condução

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Amiúde lá tenho de ouvir o homem a queixar-se da minha condução, principalmente porque ele acha que tem esse direito só pelo facto de ter um pénis e isso lhe dar, automaticamente, qualificações superiores para falar do assunto e criticar a condução alheia, nomeadamente de mulheres e, neste caso, a minha!

Mas pormenorizando, o homem não diz que eu conduzo mal directamente, mas acha que sou "muito agressiva" a fazê-lo. Claro que com o agressiva ele está a referir-se ao meu gostinho pelo pé no acelerador e a mão na buzina sempre que me deparo com uma abécula qualquer que faz uma manobra perigosa e põe o meu carro em perigo de ficar com alguns riscos. Até aí...tudo bem, ele tem razão! Eu gosto de velocidade e tenho pouca paciência para a condução alheia...mas sou a única? Dúvido! Da mesma maneira que buzino aos outros, também sou alvo de buzinadelas dos outros, algumas vezes fundadas e outras vezes, nem por isso...é a vida! 

O que releva aqui é que eu gosto de conduzir, conduzo bem (sim, não estou armada em convencida...é um facto!) e provavelmente vou ser daquelas velhas que mesmo depois de o médico as proibir de conduzir, lá vão elas todas doidas para a estrada!! 



Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs