Constatações

terça-feira, 16 de julho de 2013

Ao ver alguns episódios desta última temporada de Anatomia de Grey, dei por mim a pensar que odeio a Meredith! Sim, é oficial! Não a suporto!
É que não há personagem mais pão sem sal do que ela, sempre enjoada, indecisa e constantemente amuada, com aquelas trombas permanentes de que todos lhe devem e ninguém lhe paga.


Mega trombas! GOD!

Além disso a série, apesar de ter pontos altos, como alguns diálogos, já entrou naquela fase ridícula em que aquele grupinho de personagens permanentes na série já foram vitimas de todas as catástrofes naturais e sociais possíveis.

Ora, reparem:

  1. Foi a Meredith que se afogou e quase morreu, mas lá voltou do além para nos continuar a assombrar e casar com o Derek (com muita pena minha);
  2. É a mãe da Meredith que sempre a tratou mal e acabou por morrer de Alzheimer (e agora, nesta temporada, descobre-se que a Meredith também tem o gene do Alzheimer!).
  3. Foi o George O`Malley que morreu num acidente de carro dias antes de se alistar para o Exército;
  4. Foi a Izzie que depois de ter perdido o noivo/paciente pelo qual se apaixonou e que morreu de problemas cardíacos, começa a ter visões e descobre que tinha um cancro gravíssimo. Já para não falar daquele drama emocional entre ela, o Karev e o George...weird (no mínimo!). Para quem não se lembra, a Izzie destruiu o casamento do George com a Callie e depois lá se apercebeu que não o amava, mas sim ao Karev e casou com ele para passados uns meses desaparecer do mapa e pedir o divórcio pelo correio! Além disso, já tinha tido uma filha que deu para a adopção e depois reencontrou anos mais tarde para doar medula porque a filha tinha leucemia. DRAAAAMAAAAAAAAAAA!!! Too much drama for meeeeeee!! 
  5. É o Derek que leva um tiro e quase morre e fica com uma depressão e deixa de operar;
  6. É a Yang que só entra em casamentos falhados e não quer filhos, por isso quando engravida decide logo abortar (apesar do marido não querer). Mas o mais interessante neste drama da Yang, é que, por coincidência, tudo ocorre quando a Meredith decide ter filhos, sabe-se lá porquê (e depois de andar a pregar para o povo durante 5 temporadas que não queria) e, coitada, não consegue - tem problemas de fertilidade. Nesta temporada, depois de adoptar a filha, por milagre, engravidou!
  7. Foi o acidente de avião que estragou a mão do Derek e o fez deixar de operar e que, também, fez perder a perna da Arizona - drama este que está a destruir o casamento dela com a Callie! Wtv...!

Fora os dramas normais do Karev e da outra que queria casar virgem, mas lá cedeu às tentações da carne e agora vive todo um embróglio emocional com o outro médico bonitão, mas que, sinceramente, não aguento ver! E muito provavelmente estou-me a esquecer de outros dramas clichés que aconteceram na série, mas acho que já fiz passar o meu ponto de vista. 

Além de tudo o que já enumerei até agora, acho que o que mais me enerva na série (com excepção da Mer(da)edith) é que para piorarem tudo, foram matando TODAS as minhas personagens favoritas (excepto a Bailey, mas já nem quero falar para não agoirar): foi o George, foi a Lexie Gray (morreu a Gray errada, é o que vos digo!) e o Mark! Personagens bem mais interessantes que a monga da Meredith e a monga da Yang e aquela amizade meia lésbica das duas do "you`re my person"....ME-DO!



Estas se não estão amuadas uma com a outra, estão assim!

Bem, podia ficar aqui o dia todo, mas hoje deparei-me a pensar nesta série e no porquê de a continuar a ver. Sinceramente, não encontrei motivos para o continuar a fazer, excepto aquela curiosidade (mórbida) de não querer perder o final onde, se o guião fosse escrito por mim, a Meredith FINALMENTE ia morrer longe e o Derek voltava para a ex-mulher ou simplesmente arranjava outra mulher mais interessante do que aquela sonsa enjoada!

Haja paxorra para mulheres como a Meredith!

Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs