Sobre a mastectomia da Jolie

segunda-feira, 20 de maio de 2013

No sábado, estava a ver o Jornal da Noite da Sic e, embora não estivesse a prestar muita atenção (prefiro ler o Expresso ou as notícias online), sabia que estavam a falar da famosa dupla mastectomia preventiva da Angelina Jolie e que tem feito correr rios de tinta pelo mundo fora.

Basicamente, decidiram pegar no tema e entrevistar mulheres portuguesas que, à semelhança da Angelina, têm o tal gene que potencia brutalmente as possibilidades de virem a ter cancro na mama ou nos ovários e decidiram fazer uma mastectomia preventiva.

Este é, sem sombra de dúvida, um assunto sério e não posso deixar de dizer que já li, a propósito da decisão da Jolie, todo o tipo de opiniões e algumas bem idiotas, diga-se de passagem. 
Pessoalmente, acho que ela tomou a decisão certa. Não só porque ela, efectivamente, tem uma enorme probabilidade de ter cancro (dado o historial familiar e pelo facto de carregar o gene cancerígeno), mas também porque tomou uma decisão consciente e informada. Ou seja, não lhe deu o vaipe e decidiu ver-se livre das mamas dela...até porque, convenhamos, é impossível tomar uma decisão destas de ânimo leve!

Por isso, quando leio opiniões de gente a atirar as suas postas de pescada e a dizer que acham mal e não percebem porque ela fez aquilo e que devia deixar nas mãos de Deus e agora vai ser castigada, ou que só fez isto para chamar à atenção, ou que está a mentir e é tudo golpe publicitário e bla bla bla...fico a pensar que há gente mesmo idiota no mundo! 

Primeiro, duvidiodó que alguém fosse capaz de mentir sobre um assunto destes, muito menos ela, ainda por cima quando este tema lhe é tão próximo e tão caro (afinal, ela perdeu a mãe para o cancro da mama). 

E depois, afinal, as mamas são de quem? Que eu saiba são dela...ela é que corre o risco de ter cancro e ter de passar por todo um processo de tratamento doloroso que poderá não servir de nada por ser demasiado tardio. No fundo...ela é que sabe, pois ela é que pode morrer vítima de cancro e ninguém deve meter o bedelho! 

Sinceramente, achei muito corajoso da parte dela trazer a história a público, de partilhar os seus medos e o porquê da decisão que tomou. Isto porque, no fundo, ela não tem de dar explicações a ninguém, tal como ninguém tem o direito de vir criticá-la. 
Por isso, parabéns Angie! Palminhas para ti! Se quiserem ler o artigo de opinião da Angelina Jolie - "My medical choice" - sobre a dupla mastectomia preventiva, vejam aqui. Não é muito grande e vale a pena!

Bem, mas estava antes a dizer que vi no jornal da Sic a reportagem que fizeram a mulheres portuguesas que tomaram a mesma decisão que a Angie antes disto se tornar a noticia mais lida dos últimos meses. Estavam a falar do porquê da decisão e os riscos e etc e deram o exemplo de duas irmãs, com historial de cancro da mama na família, que se submeteram aos testes genéticos e deu positivo para o gene do cancro. A mais velha decidiu logo fazer a mastectomia preventiva e na operação descobriu que, afinal, já estava com cancro, ainda que numa fase embrionária.
A mais nova decidiu adiar a decisão mais um tempo, mas lá se submeteu e tirou as mamas. Mas antes disso tudo, quando o jornalista lhe perguntou o que achava da decisão da Angelina Jolie, eis a brilhante resposta da fulana: "Eu já fiz isto muito antes dela (...) Estes famosos não podem ver nada que querem logo copiar!".

É assim...naquele momento apeteceu-me ir lá ter com a tipa e dar-lhe dois pares de estalos naquela cara! Que comentário imbecil foi aquele? Os jornalistas da Sic a tentarem fazer o seu trabalho e recolher informação de qualidade e sai-lhes uma labrega daquelas! Até podem vir dizer que estou a ser má, incompreensiva e até rude e que a mulher estava nervosa e a tentar ter piada. Até pode ser, mas falhou redondamente. Não teve piada nenhuma e o que lhe restou foram dois comentários infelizes, sobre um assunto sério, para a televisão nacional. Well done, ó parola!

Aqui vê-se a diferença entre a maneira como a Angelina abordou o tema e como esta portuguesa o fez! Para não variar, fico sempre cheia de orgulho patriótico com este tipo de comentários.

Imagem de Loren Capelli. Source: New York Times

Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs