Cultura da boa!

terça-feira, 30 de abril de 2013

Eu sei que andei meia desaparecida, mas tive uns dias demasiado preenchidos para a minha sanidade mental e acabei por não conseguir blogar, para minha grande tristeza :(

Mas estou de volta...weeeeeeeeeeeee!!! :)

Bem, no sábado fui com o homem ver a exposição da Joana Vasconcelos ao Palácio da Ajuda. Como ainda somos uns pirralhos só pagámos 5 euros cada um...uhuh!!!



A exposição, no geral, agradou-me. Não sou grande fã de artes plásticas porque, basicamente, percebo tanto daquilo como de lagares de azeite. É um tipo de arte que, em regra, nem me aquece nem arrefece, mas não desgosto de ver. Também como não sou totalmente desprovida de espírito crítico, nem de consciência artística e estética, lá fui e apreciei. E ainda bem que fui, porque valeu a pena.

Não sou nenhuma especialista em arte, muito menos em artes plásticas, por isso a minha apreciação resumiu-se a olhar para as peças e pensar..."hmm..gosto desta", ou "hmm...ok!". O homem disse logo que eu daria uma boa crítica de arte!

Claro que havia lá gente muito entendida do assunto e quando vou a este tipo de exposição fico a pensar se serei a única labrega que não atinge o significado artístico da peça.

Quer dizer, neste caso, havia peças que realmente me fizeram sorrir e soltar um "uau...que giro!", mas também tive os meus momentos de "wtf is this?!".

Ora vejam:

1) "WTF is this?"

Ferros de engomar a imitar uma fonte...original, mas weird!

Cabide para as perucas da Barbie...medo!


Expositor de gravatas do tempo do meu avô com uma ventoinha por trás.

O helicóptero da Paris Hilton


2) "Uau...que giro!"

A tapeçaria...adorei este!

Detesto insectos, mas adorei este forrado a renda dos Açores...lindo!

Sim, são tampas de panelas...super original!

My Fav! O lustre de tampões...e são da OB, dos bons! Sim sra!

Este tinha direito a Fado de fundo e tudo!

Gostos à parte, é de louvar e valorizar o facto da Joana Vasconcelos ter recorrido a materiais tradicionais portugueses, como o croché e a renda dos Açores, as tapeçarias, e até o Fado.

Acho que vale a pena visitar, por isso fica aqui a sugestão para o feriado ou para quando quiserem. Aquilo não foge...só em Agosto!


Sem comentários:

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs