Coisas que me enervam e dão comichão #3

quinta-feira, 18 de abril de 2013

1) Anúncios de produtos para depilação:

Hoje em dia já não se pode dizer que a depilação é uma actividade exclusivamente feminina. Cada vez conheço mais homens que também se depilam - e não apenas aqueles que realmente precisam, como os atletas.

Depois de nos convencermos que temos de nos depilar, chega a parte de escolher o método e o produto que vamos utilizar: temos os clássicos gilette, creme depilatório, máquina de depilar e cera, ou, ainda, os modernos fotodepilação e laser. 

E lá vamos nós à procura de um produto que nos torne a vida mais fácil e a tarefa menos laboriosa - isto, claro, para quando não temos tempo ou dinheiro para irmos a uma esteticista que faça esse trabalho por nós.

Eu, pessoalmente, prefiro ir à esteticista, até porque quando tento fazer depilação a mim própria ou fica tudo mal feito, como se nem tivesse passado uma banda de cera naquela perna, ou então, quando me armo em americana e tento depilar-me com a gilette no banho, acabo sempre por me cortar e o duche fica a parecer a arena dos gladiadores no Spartacus (já para não falar no estado lamentável em ficam as minhas pernas). Máquinas depilatórias são um grandessíssimo "NÃO..salvem-me dessa merda sff!" porque dói imenso e não estou pra isso, obrigada!

Então, quando não posso ir à esteticista arranjar as perninhas para ficarem todas lindas e macias, tenho de arranjar uma solução temporária com alguma coisa que possa comprar no supermercado. Ou então pesquiso na internet o que as outras gajas usam para a sua depilação caseira e tento copiar (tipo usar condicionar do cabelo como creme depilatório e uma gilette). Mas acabo sempre por seguir a opção mais segura que é ver o que se anda por aí a vender e está na moda e experimentar. E é nesse momento que entra o poder do anúncio...que me deve convencer a optar por este ou aquele produto ao invés do outro. Mas o que acaba por acontecer é que todos os anúncios são iguais e nenhum me convence. Porquê?

Porque EM TODOS os anúncios, lá aparecem as modelitos JÁ DEPILADAS e sem um único pêlo naquelas pernas! 

Está bem que para efeitos de marketing e bla bla bla não deve ser muito apelativo mostrar gajas com as pernas tipo Chewbacca, mas sinceramente, num anúncio que vende produtos para retirar pêlos, eu não fico muito convencida quando aparece uma tipa que não tem um único pêlo naquela perna mostrar como aquela gilette ou aquela cera é fantástica, tipo "olha pra mim, como depois de usar esta trampa continuo sem um único pêlo porque pura e simplesmente já vinha depilada fazer este anúncio!". Basicamente o antes é igual ao depois...wtf! Ao menos os anúncios dos gajos ainda tentam enganar, os nossos são simplesmente ridículos!



Se não há problema em mostrar anúncios sobre fungos nos pés, diarreia ou hemorróidas, também não deverá haver problema em mostrar uma perna com pêlos e outra sem, ao belo "antes e depois".
Assim eu já ficaria convencida em comprar aquele produto, ou não. Vejam lá se começam a pôr mulheres que realmente precisam de se depilar nos anúncios - e podem esconder a cara já que só estamos interessadas nas pernas - e tornem a porra do anúncio mais realista e prático para quem o vê! Obrigada!

Isto irrita-me porque o que acaba por acontecer é que compro o produto que me parece menos mau na prateleira ou o que tem a embalagem mais gira e lá vou eu experimentar e, regra geral, não fico muito satisfeita.
Realmente, para mim, não há nada melhor do que uma boa cera nestas pernas, aplicada pelas mãos de uma profissional e pronto...vale muito a pena o dinheiro que gasto (isto porque não há € para o laser, senão isso é que era perfeito).

2) Quando o facto de estarmos com o período é a explicação para o Apocalipse:

Irrita-me, profundamente, quando, por algum motivo, me chateio com alguém (normalmente o homem) e calha naquela fase do mês que só as mulheres têm de aturar e me dizem "Mas olha lá...estás com o período?...bem me parecia!" ou "Estás muito enervada...já vi que estás com o período!".

Lógica masculina...hmpf!

EPAH...NÃO! Que nervos! Quer dizer, acabo por me enervar mais nesta altura do mês porque retiram-me a liberdade de me enervar de todo, por outros motivos que não sejam choques hormonais.
É verdade que as alterações hormonais influenciam o nosso estado de humor e as mulheres são mais vulneráveis a essas flutuações por motivos genéticos...não temos culpa! Mas isso não significa que lá porque, por algum motivo, estamos chateadas ou enervadas durante aquele período fatídico do mês, esse surto de raiva se deva, unicamente, às flutuações hormonais. Ou não posso irritar-me por outro motivo qualquer? Era o que mais me faltava!



Mas é um argumento que dá jeito a muitos - especialmente aos homens (e o meu não é excepção) - para tentarem "desdramatizar" a situação, do estilo "pronto...tens razão...eu sei que esta fase do mês é díficil" - e dizem isto com uma voz paternalista que me faz arrepender não ter aulas de boxe. 

Sim, é difícil ..experimentem lá aguentar dores de um útero enfurecido porque o seu trabalho do mês todo foi pro galheiro porque decidimos não procriar. 




Num pequeno à parte, basicamente, o útero trabalha o mês inteiro para receber um eventual bébé (ou feto, se quiserem ser técnicos). E quando se depara que estivemos a gozar com o trabalho dele e a usar contraceptivos...ele chega ao fim do mês e vinga-se! "AI É SUA ESTÚPIDA..? Tive eu a trabalhar o mês todo para ti e não me ligaste nenhuma? Então vai-te catar e toma lá dores insuportáveis e esvai-te em sangue durante dias para ver o que é bom pra tosse!". E lá passamos nós dias a aturar dores - que são, no fundo, murros vingativos do nosso útero - porque o andámos a enganar durante o mês todo...criando expectativas de que o seu trabalho iria ser utilizado para receber um futuro humano e depois desiludimo-lo. Eu percebo a frustração do útero...desculpa! :(




Mas lá porque estamos com dores mentruais, não significa que tudo o que de mau saia da nossa boca não seja justificado. Se eu estou a ver uma série e se chegam ao pé de mim para falar duma merda qualquer e eu dou um berro, não é porque estou com o período e com flutuações hormonais...é porque estou irritada de me terem interrompido o momento de lazer! PONTO!
Se parto um prato na cozinha, não é que esteja a tentar destruir a casa...foi um acidente. Se, por acaso, vem-me a lagrimita ao canto do olho a ver cenas de animais abandonados no Facebook, não é porque estou com o período...é porque sou sensível e tenho um coração ao invés de um cubo de gelo! Etc, etc etc! Enfim...

Parece que, quando chega esta fase do mês, pensam que deixamos de ser nós próprias para passarmos a ser um corpo controlado por hormonas descontroladas e irracionais...NÃO! E isso enfurece-me! Daí estar sempre enervada quando estou com o período...é esse o verdadeiro motivo. 

Por isso deixem-me em paz que eu fico sossogadita no meu canto, como um autêntico anjinho :)


Pois não, mas também não é a porra do apocalipse! Tenham lá calma!

1 comentário:

Anonimo disse...

Devias tar com o período quando fizeste este post

Proudly designed by Mlekoshi pixel perfect web designs